3 tendências do setor de food service em 2018

3 tendências do setor de food service em 2018

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), as vendas da indústria de food service têm crescido em média 13,5% ao ano, nos últimos 10 anos. O dado mostra o potencial que esse setor apresenta, mesmo em um cenário de crise, representando uma parte importante da economia brasileira.

O mercado de produção alimentícia nesse perfil é relativamente recente no país, mas já apresenta um crescimento que impulsiona a abertura de novos negócios no ramo, entre eles empresas de fabricação de salgados, além de indústrias, distribuidores, restaurantes, lanchonetes e franquias.

Com a perspectiva de retomada do crescimento econômico, o setor volta a esperar por bons resultados em 2018, considerando os hábitos alimentares dos brasileiros e buscando alcançar uma fatia maior do mercado para gerar mais empregos e atingir um público cada vez mais relevante.

Veja abaixo algumas das principais tendências do setor de food service para o próximo ano:

1 – Personalização das refeições

A cultura brasileira ainda é pouco representativa no hábito de se alimentar fora de casa. Mesmo assim, tem crescido a procura por formatos diferenciados de alimentação prática, principalmente para festas e eventos. Para 2018, uma das tendências está na customização dos alimentos encomendados, criando formatos diferenciados para personalizar cada evento.

No ramo de salgados, por exemplo, os consumidores devem buscar opções que ofereçam maior variedade para festas de pequeno, médio ou grande portes. Por isso, para empresas que atuam no setor, é importante contar com tipos variados de ingredientes e cardápios, para conseguir atender as necessidades e demandas de cada cliente e oferecer a melhor experiência possível através dos alimentos.

2 – Linhas naturais e saudáveis

A preocupação com a saúde tem sido uma tendência que só cresce em todo o mundo, o que é muito positivo não só para a qualidade de vida das pessoas, mas também para as possibilidades do mercado de alimentos. As linhas naturais têm sido buscadas por consumidores de todos os tipos de refeição, de bebidas a pão de queijo. A facilidade de acesso à informação e a produtos diferenciados faz com que as pessoas fiquem mais criteriosas em relação aos ingredientes utilizados e valorizem os produtos que causem impactos positivos ao organismo.

Por isso, a produção de alimentos zero lactose, sem glúten e com baixo teor calórico tende a ser uma perspectiva relevante não só para o próximo ano como também para os seguintes. Junto a isso, é importante garantir a procedência de toda a matéria prima utilizada e posicionar-se como fomentador de produtos orgânicos e naturais.

3 – Uso de tecnologia e inovação na produção

Explorar o desenvolvimento da tecnologia é uma tendência compartilhada por todos os mercados. Hoje, os benefícios da inteligência artificial e da modernização do maquinário são acessíveis a todos os setores e podem transformar positivamente a produção industrial e a prestação de serviços. O mesmo vale para o setor de food service.

Empresas que não contam com equipamentos especializados para produção alimentícia acabam ficando para trás na corrida competitiva desse segmento. Isso porque a tecnologia ajuda a garantir a qualidade e a padronização de toda a produção, além de contribuir para a segurança dos colaboradores e agilizar todo o processo.

E você, o que acha que vai ser tendência no setor de food service para 2018? Deixe seu comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *